Relatório da IPAF traz nova visão sobre acidentes com PEMT/PTA no mundo

Global MEWP Relatório de Segurança

Acidentes durante o uso de Plataformas Elevatórias Móveis de Trabalho/Plataformas de Trabalho Aéreo (PEMT/PTA) são proporcionalmente mais prováveis quando se trabalha em áreas públicas ou estradas ao lado de locais de trabalho controlados, tais como locais de construção ou de instalações comerciais ou de locação, conforme a última análise detalhada de segurança da International Powered Access Federation (IPAF).

O Relatório Global de Segurança para PEMT/PTA de 2016-2018 da IPAF apresenta as principais conclusões da análise da federação a respeito de estatísticas de acidentes recolhidas através de seu projeto global de relato de acidentes, que tem relatos de incidentes de 25 países ao redor do globo. O relatório está agora disponível para visualização ou download em www.ipaf.org/accident

Acidentes em locais de construção representam a média conjunta mais elevada por ano, mas como PEMT/PTA são usadas muito mais na construção do que em outros setores e localizações, eles são, proporcionalmente, menos prováveis de ocorrer em um local de trabalho controlado do que em um local remoto ou uma área pública, como, ao lado de uma estrada, revela o relatório.

Assim como o aumento do risco proporcional de um acidente, ocorrido quando se trabalha longe de locais controlados, o novo relatório identifica as causas subjacentes dos incidentes recorrentes envolvendo PEMT/PTA como quedas da plataforma, eletrocussões, aprisionamentos, tombamentos e PEMT/PTA sendo atingidas por outro veículo. Isto está em linha com a análise de acidentes fatais do ano anterior, e demonstra mais uma vez que a indústria deve se concentrar em maneiras de reduzir fatores subjacentes comuns a esses tipos de incidente.

Richard Whiting, Gerente Geral do Mercado da IPAF para o Reino Unido e a Irlanda, que vem trabalhando para finalizar o relatório e apresentar os resultados, diz: “Com este relatório, há uma nova metodologia para grande parte das análises e para a forma como os resultados são apresentados. Além disso, o relatório é intercalado com as principais recomendações para reduzir fatores de risco comuns. Nós trabalhamos muito junto com um grupo dedicado de membros da IPAF para analisar, interpretar e apresentar os dados de uma maneira nova, para ajudar a indústria geral a manter a segurança.

“Uma mudança-chave é que, em vez de comparar um ano completo de dados sobre acidentes com os anos anteriores, os últimos três anos de dados disponíveis foram combinados para produzir um agregado e número médio de incidentes. Combinar dados em um conjunto maior permite que as tendências ao longo do tempo possam ser mais facilmente identificadas”.

Outros indicadores-chave incluem: Os setores em que ocorre morte mais frequentemente são a silvicultura e a construção, seguidos pelos setores de serviços elétricos e manutenção em terceiro e quarto lugar, respectivamente. Ambos os setores de silvicultura e construção tiveram uma média anual de 19 mortes relatadas, mas o número total de dias de trabalho utilizando PEMT/PTA em construção em todo o mundo é muito maior do que em silvicultura. Portanto, um acidente fatal é proporcionalmente mais provável no último do que em um local de construção.

Whiting comenta: “Devemos trazer um foco renovado para alertar os gestores e operadores dos riscos proporcionais relativamente maiores de um acidente grande ou fatal quando não se estiver trabalhando em um local controlado e isolado. A campanha de segurança Fique atento da IPAF já se destina a fazer isso; devemos procurar a melhor forma de evoluir essa campanha para ajudar a reduzir eletrocussões ou outros acidentes na silvicultura, por exemplo”.

Peter Douglas, CEO e MD da IPAF, que, como membro do Conselho do Reino Unido, foi fundamental para iniciar o projeto de relatório contínuo de incidentes em todo o mundo em 2012, comenta: “PEMT/PTA ainda estão entre as formas mais seguras de realização de trabalho em altura. Quando ocorrem incidentes não planejados, é vital que nós capturemos os dados e analisemos as estatísticas resultantes para ver as tendências que estão ocorrendo e para influenciar a orientação técnica da IPAF, adaptar o nosso programa de formação/treinamento e informar nossas campanhas de segurança.

“Temos de trabalhar com os nossos membros e todas as partes interessadas do setor para melhorar a notificação de incidentes. É vital que todos os incidentes, incluindo casos menores e quase acidentes, sejam registrados; isto ajuda a identificar o risco adicional e mitigar fatores subjacentes, a fim de usar o conhecimento adquirido para reduzir o número de acidentes graves ou mortes que ocorrem.

“Algumas pessoas podem não saber a respeito do portal de relatórios da IPAF, enquanto outros podem sentir que terão problemas se relatarem algo. O portal no endereço www.ipaf.org/accident é rápido e simples, e permite que qualquer incidente possa ser registrado com total anonimato. Portanto, convido qualquer pessoa que tenha conhecimento de um acidente envolvendo uma PEMT/PTA que pode não ter sido relatado para fazer logon e inserir os detalhes sem demora – isto pode ajudar a salvar uma vida no futuro!”.

Todas as empresas e indivíduos são encorajados a reportar incidentes envolvendo PEMT/PTA, Plataformas de cremalheira (MCWP) e outros tipos de equipamentos de elevação através do endereço www.ipaf.org/accident; detalhes específicos, como nomes, localização, marca da máquina não são obrigatórios ao se relatar um incidente. O envio de relatórios está disponível em vários idiomas. Os usuários podem entrar no portal da IPAF ou relatar anonimamente com um clique, e são solicitados a fornecer o máximo de informação possível sobre o incidente, incluindo detalhes como quando ocorreu, quem era o responsável e quem foi afetado, qual foi o resultado, qual foi a categoria da PEMT/PTA, como a máquina estava sendo usada e o que aconteceu.

Outras notícias que pode interessá-lo

  • Um novo presidente foi anunciado pela IPAF, com Norty Turner da United Rentals oficialmente confirmado durante a Assembleia Geral de 2020 da Federação, realizada pela primeira vez por videoconferência em 23 de abril, devido à pandemia de corona vírus em curso. Três novos conselheiros, destacados durante 2019, também foram confirmados na Assembleia Geral.

  • Mantenha-se informado sobre os últimos desenvolvimentos sobre o COVID-19. Siga os conselhos dados pelo seu provedor de saúde, sua autoridade nacional e local de saúde pública ou seu empregador sobre como proteger a si mesmo e outros do COVID-19. As autoridades nacionais e locais terão as informações mais atualizadas sobre se o COVID-19 está se espalhando em sua área. Eles são mais bem posicionados para aconselhar sobre o que as pessoas em sua área devem fazer para se proteger.

    A IPAF continuará monitorando a situação e, quando necessário, introduzirá outras medidas proativas para limitar o impacto sobre os candidatos à certificação IPAF e à indústria em geral. Agradecemos seu apoio durante este tempo e pedimos que você visite www.ipaf.org/covid19 regularmente para atualizações da IPAF. Entre em contato conosco através do e-mail:  info@ipaf.org  ou no escritório mais próximo da IPAF para quaisquer dúvidas sobre isso.