O acesso aéreo "ainda tem espaço para crescimento", apesar de incerteza mundial

Murray Pollok, Managing Editor of International Rental News, IPAF Summit 2019, Dubai

A previsão é de um futuro saudável para a indústria de acesso aéreo, apesar de um cenário de incerteza global e provável desaceleração da econômica, de acordo com vários dos principais palestrantes na recente Cimeira da Federação Internacional de Plataformas Aéreas (IPAF), realizada pela primeira vez em Dubai, Emirados Árabes Unidos, em 6 de março de 2019. 

Durante a sessão da manhã da Cimeira, Murray Pollok, Editor-chefe da International Rental News, apresentou algumas conclusões preliminares retiradas a partir do próximo relatório Global Powered Access Rental Market da IPAF para 2019. Nos EUA, a construção está forte, mas o crescimento relativo do PIB está esmorecendo; o crescimento da construção na Europa será de aproximadamente de 2% em 2019-21, com tendência de desaceleração; no Oriente Médio, a construção está se recuperando e fortalecendo, conforme esboçado pelo palestrante.

Em todo o mundo, as vendas de equipamentos estão no ou acima do recorde histórico, e a previsão é que permaneçam assim, acrescentou ele. A Europa também está forte, mas abaixo do seu recorde de 2007, "e talvez isso não seja algo ruim". As vendas de equipamentos norte-americanos estão fortes e ainda em crescimento, mas as previsões são um "pouco otimistas", ele acrescentou. A China está vivendo um forte crescimento nas vendas de equipamentos, embora significativamente abaixo do período de estímulo em torno de 2010; porém, a situação atual parece "saudável e sustentável" e menos sujeita a uma queda do que foi o caso com estímulo do governo.

Os aluguéis estão crescendo a taxas que excedem, em todos os quesitos, o PIB e o crescimento do mercado de construção, concluiu Murray Pollok, acrescentando que a penetração dos aluguéis continua a crescer, mesmo em mercados maduros como a América do Norte, de acordo com dados da American Rental Association (ARA). Mais de metade dos equipamentos utilizados em construção nos EUA é alugada, e tanto lá quanto na Europa, as tendências favorecem uma economia de partilha.

Na Europa, a sustentabilidade e as questões ambientais são particularmente importantes, disse ele; a European Rental Association (ERA) está aproveitando esta tendência e realizando um levantamento a respeito dos aluguéis para comprovar os benefícios de se alugar em termos de minimizar a pegada de carbono das empresas, ressaltou.

Em resumo, ele disse: "Tudo isso significa que esta é uma época muito dinâmica para os fabricantes. Os níveis de investimento atuais estão sendo projetados para cinco anos à frente, e isso também está sendo impulsionado em parte por um mercado de substituição em expansão. A China está, sem dúvida, em plena expansão, mas alguns jogadores estão sendo cautelosos com suas estratégias de investimento, por imaginarem que as previsões estão um pouco acima da realidade."

A IPAF trabalha todos os anos junto com a DuckerFrontier para produzir os seus próprios relatórios globais exclusivos sobre o mercado de aluguéis, e a previsão deste ano dos dados do estudo de 2018 revela que o mercado europeu provavelmente terá um crescimento sustentado médio em torno de 6%, disse ele, com até 10% para os países do sul da Europa em estudo; a Alemanha, a França, a Itália e os Países Baixos, em torno de 5-10%, países Nórdicos mostrando apenas um crescimento moderado devido à pressão dos preços, e uma desaceleração do crescimento do Reino Unido de 1-2% com a continuação da incerteza do Brexit. O crescimento da frota dos EUA está em cerca de 7%, com receita até 10%, e algo semelhante está previsto para 2019-20, com a incerteza ainda à espreita.

Acrescentando um interessante foco geográfico, Erhan Acar, Supervisor Geral da empresa de aluguer turca Rent Rise, falou sobre o impacto da nova regulamentação sobre segurança e saúde no trabalho na crescente informação a respeito de PEMT/PTA na Turquia e países vizinhos. Maior produtividade e ênfase em marketing para o modelo de aluguer tem levado a um forte crescimento em mercados de aluguer de PEMT/PTA de ano para ano, disse ele. A Turquia é também uma grande plataforma para o investimento nos países vizinhos, especialmente a Eurásia e o norte da África, embora a instabilidade política nos vizinhos Síria e Iraque continue sendo um peso sobre o investimento internacional.

A frota cresceu, mas chegou à sua capacidade máxima no momento, disse ele, apesar de que a nova regulamentação deverá revigorar o investimento com crescimento previsto de até 20% nos próximos cinco anos, conforme a sua previsão. Quando se comparam as frotas turcas de PEMT/PTA por população, como é a metodologia dos relatórios de aluguer/locação da IPAF/DuckerFrontier, há um "bom indicador do potencial de crescimento do mercado", disse ele.

As taxas de utilização são comparativamente altas na Turquia, e o equipamento típico são plataformas elétricas do tipo tesoura, embora ele preveja uma proporção maior de plataformas de braço na frota nos próximos anos. Grandes projetos também estão conduzindo a demanda por aluguer/locação e formação/treinamento, incluindo o novo aeroporto de Istambul (um projeto vencedor dos IAPA em 2018), a refinaria de petróleo Socar Star e a Usina Nuclear de Akkuyu.

As construtoras e empresas de aluguer/locação de equipamentos turcas estão atualmente operando em lugares como a Geórgia, o Cazaquistão, o norte do Iraque, Afeganistão e até mais longe, como no Paraguai, e isso é algo que ele prevê continuar no futuro. Houve alguma dificuldade em convencer as autoridades do Governo turco a aceitarem a formação/treinamento credenciado como os cursos de operador da IPAF, mas a Turkish Rental Association está desafiando isso, disse ele, e partindo de um pequeno número de cartões PAL da IPAF que chegaram à Turquia nos últimos anos, o número agora é "bastante significativo" e deve subir.

Falando da perspectiva de um negócio de aluguer/locação de longo histórico em um dos mercados mais maduros da indústria de acesso aéreo, Pedro Schrader, Diretor Geral e COO da Zeppelin Rentals, falou sobre como sua empresa cresceu, especialmente desde a década de 1950, por meio do aluguer/locação de equipamentos, e se tornou a principal negociante na Alemanha para a Caterpillar.

Nos últimos 15 anos, a Zeppelin Rentals foi se afastando da construção como o setor dominante de serviços para criar um modelo de negócios mais sustentável e equilibrado, que gerou resistência extra, especialmente durante a crise de 2008, disse ele. As novas linhas de serviço incluem planejamento, preparação do local, movimentação de terra, instalação e comissionamento, bem como soluções para o local, e agora são partes essenciais da oferta de aluguer/locação, e os mercados principais incluem infraestrutura, indústria, logística, manutenção pública e eventos.

Esta diversificação traz enormes oportunidades para vendas cruzadas, ressaltou ele, apesar de admitir que a fragmentação do mercado na Alemanha, com "poucas multinacionais verdadeiras", permite espaço para crescimento que outros mercados como o Reino Unido ou EUA não permitem. Enquanto as PEMT/PTA atualmente continuam a representar apenas uma pequena proporção da frota, a Zeppelin planeja investir nelas, ele concluiu. "Para se tornar um verdadeiro generalista; é essencial!"

O debate de painel à tarde também falou sobre o desenvolvimento do mercado, desta vez nos Emirados Árabes Unidos e na região em geral, e considerou como a tecnologia digital pode ser aproveitada para oferecer depósitos futuristas para aluguer/locação, e se o mercado realmente estava preparado para essa abordagem no Oriente Médio.

David King, Diretor Geral de Grupo do Manlift Group, disse: "O Manlift vem utilizando técnicas Lean para trabalhar de forma mais inteligente e mais segura, mas também está procurando novas tecnologias, incluindo a telemática e novas fontes de alimentação – os participantes da visita ao local do depósito aqui em Dubai verão algumas dessas iniciativas futuristas em ação".

Alexis Potter, Diretor Regional nos Emirados Árabes Unidos e Omã, e Diretor de Vendas da Rapid Access Middle East & International, acrescentou: "A Expo2020 trouxe uma enorme oportunidade. Trabalhar com clientes aeroespaciais nos ensinou muito sobre coisas como telemática, impedir o acesso não autorizado e outras tecnologias similares".

Ele também fez referência às técnicas Lean e à demanda do cliente por diferentes fontes de alimentação para máquinas, "levando a um negócio mais transacional, mas sempre com a segurança na vanguarda". Ele afirmou que o mercado de aluguer/locação de PEMT/PTA nos Emirados Árabes Unidos estava "pronto para 2020 e os anos futuros".

Nick Selley, Diretor de Grupo de Desenvolvimento de Negócios para a AFI-Uplift, questionou ligeiramente esta avaliação: "O mercado dos Emirados Árabes Unidos já está maduro? Eu não acho que esteja. Que tal falarmos sobre outras tecnologias que possam aumentar a segurança? Proteção secundária é usada, mas deve ser obrigatória? O mercado está pronto para a tecnologias tais como a telemática? Isso é justificável comercialmente? É justificável no Reino Unido, e nós usaríamos aqui, mas não tenho certeza se o mercado já está completamente pronto para ela aqui."

Dean Jones, Supervisor Geral da AJI Heavy Equipment Rental, rebateu: "Como a empresa de aluguer/locação mais nova desta família no palco, utilizamos apenas equipamentos totalmente novos, e temos usado proteção secundária, telemática, etc. desde o início, em 2016. Nós também operamos apenas nos Emirados Árabes Unidos, com uma operação de depósito único com cerca de 400 unidades, então esperamos poder oferecer uma perspectiva diferente.

"Nossos clientes estão conduzindo a questão da segurança; ela evoluiu drasticamente em cinco anos, e precisamos assegurar que o equipamento é seguro, cumpre os regulamentos, tem proteção secundária, e é usado por funcionários formados/treinados, todos, pela IPAF."

Depois, respondendo à pergunta de um fabricante na plateia, ele acrescentou: "Estamos vendo Dubai tornar-se uma cidade mais completa, por isso a ênfase está mudando de construção e de plataformas de braço a diesel para trabalhos de manutenção e reforma; por isso, estamos vendo um aumento real na demanda por plataformas elétricas do tipo tesoura".

Para mais fotos, procure por “IPAF” em www.flickr.com, e para cópias de todas as apresentações dos palestrantes em formato PDF, consulte www.ipaf.org/summit-presentations

Outras notícias que pode interessá-lo

  • A IPAF recebeu uma liminar concedida pelo Supremo Tribunal de Madras contra a Capital Equipment Services Ltd (CESL) de Chennai, Índia, que tinha pretendido copiar e distribuir materiais de formação/treinamento da IPAF como seu próprio curso de operador de PEMT/PTA.

  • As inscrições já estão abertas para a Conferência inaugural sobre Segurança e Normas de PEMT/PTA da IPAF, que acontecerá no dia 16 de maio de 2019 junto com o Changsha, Exposição internacional de equipamentos de construção (de 15 a 18 de maio), na província de Hunan, China.

  • A mais recente campanha de segurança da IPAF chama-se Fique Atento, e enfatiza a importância da segurança nos trabalhos em altura usando PEMT/PTA em (ou perto de) estradas. Ela foi lançada pela IPAF na expo bauma 2019, realizada no Messe München, em Munique, Alemanha, de 8 a 14 de abril.