Dados, digitalização e desenvolvimento de depósitos inteligentes - Cimeira da IPAF, Dubai

Matt Fearon, Genie President at Terex AWP, IPAF Summit 2019, Dubai

A adoção de tecnologias digitais, o uso de dados e as práticas de gestão Lean para oferecer depósitos simplificados estavam entre os temas da Cimeira de 2019, realizada em 6 de março no Radisson Blu Deira Creek Hotel, em Dubai, pela Federação Internacional de Acesso Aéreo (IPAF); a primeira vez em que o evento foi realizado no Oriente Médio. 

Matt Fearon, Presidente da Genie na Terex AWP, foi o palestrante na palestra da Cimeira e subiu ao palco para falar sobre o uso de técnicas de gestão Lean para alcançar a excelência em manutenção de frotas de PEMT/PTA. “Como usar a Lean como uma fundação para remover obstáculos?”, ele perguntou. “Como podemos usá-la para lidar com a sobrecarga de dados?"

Padronizar a manutenção e ter um programa robusto de formação/treinamento dos técnicos de manutenção estavam entre seus “requisitos básicos”. “Basta buscar melhorar um pouco, cada vez mais, repetidamente”, ele disse. Use uma linha de produção Lean para manutenção usando técnicas simples para planejar e gerenciar processos e rastreá-los visualmente, ele aconselhou, fazendo referência a “tecnologias do futuro” que podem facilitar isso, incluindo “máquinas colaborativas”, especialmente úteis em locais muito grandes de trabalho, como muitos nos Emirados Árabes Unidos.

“Você tem que ter seus processos preparados para a tecnologia que está adotando, então faça isso pouco a pouco”, advertiu Fearon, acrescentando que as empresas de aluguer/locação devem se mover “da visualização de frota para a análise de ativos". Ele também falou sobre o potencial de realidade aumentada, “colocando óculos para caminhar ao redor das PEMT/PTA e registrar as tarefas de manutenção”, por exemplo, e destacou que o acesso aéreo ainda está muito atrasado em relação à aplicação desta tecnologia em outras indústrias, como a medicina.

Sobre o tema da formação/treinamento de técnicos de manutenção, Richard Whiting, o Supervisor Geral de Mercado do Reino Unido na IPAF, falou sobre o novo e completo Roteiro para Status Qualificado de Técnico de Serviço de PEMT/PTA da IPAF. “Seja um operador de PEMT/PTA habilidoso com uma chave inglesa ou um novo aprendiz procurando caminho claro de carreira, o novo Roteiro da IPAF para status certificado de engenheiros é projetado para atender àqueles dentro e fora da indústria de acesso aéreo para criar qualificações", disse ele. “Temos de usar isso para atrair novos participantes para a nossa indústria, não apenas a geração mais jovem, usando tecnologias como realidade virtual e simuladores para empolgá-los".

Giles Councell, Diretor de Operações da IPAF, já havia explicado para membros de uma delegação a respeito da estratégia eXtended Reality da IPAF, e boa parte dela estava relacionada com o que Matt Fearon e outros palestrantes tinham a dizer. Houve um anúncio empolgante a respeito da formação/treinamento avançado de operadores PAL+ da IPAF, que está sendo adaptado para uso num sofisticado simulador de PEMT/PTA, oferecendo cenários mais desafiadores e situações de risco sem sair do chão. A mesma tecnologia também oferece oportunidades para reciclagem, disse ele, e também verificação da competência do operador em grandes locais de trabalho, incluindo a Expo 2020 em Dubai, que agora exige que todos os operadores tenham a formação/treinamento da IPAF.

Andrew Delahunt, Diretor Técnico e de Segurança da IPAF, perguntou a membros da delegação sobre seu conhecimento e aplicação da telemática. Ele usou uma votação ao vivo para mostrar que a incompatibilidade de sistemas é a principal preocupação durante a implementação de telemática de frota, e a sobrecarga de dados foi identificada como o aspecto menos preocupante desta tecnologia.

“A Investigação de acidentes é uma área na qual a quantidade de dados rastreados nunca é demais”, disse ele, acrescentando que “a implementação integrada pode certamente melhorar o gerenciamento do local e do tráfego". Sobre a questão do excesso de dados, ele concluiu: “é tudo uma questão de filtragem e de decidir como e com quem partilhamos os dados".

Ele destacou alguns outros benefícios importantes, tais como a utilização de cartões PAL inteligentes ligados a sistemas telemáticos para garantir que somente os operadores formados/treinados corretamente e familiarizados estejam usando PEMT/PTA, novamente algo muito importante para aplicações em grandes locais como o projeto de construção da Expo 2020 em Dubai. Tim Whiteman, CEO & Diretor Geral da IPAF, destacou mais tarde o compromisso de “que cada Cartão PAL válido em todo o mundo será um cartão inteligente até o final de 2019".

Falando do gerenciamento de projetos de construção muito grandes, o Dr. Wim Raath, Chefe de Segurança no projeto de regeneração do Dubai do Sul, falou sobre os novos e icônicos pontos de referência planejados, incluindo projetos de expansão da Expo2020 e do aeroporto, que irão ancorar o desenvolvimento em Dubai por muitos anos futuros. Dubai do Sul inclui “zonas” residenciais, comerciais, logísticas, aeroespaciais e de campos de golfe, disse ele, e cerca de 1 milhão de habitantes e 500.000 novos postos de trabalho serão atraídos pelo desenvolvimento, que é atualmente o maior contribuinte líquido para o PIB dos Emirados Árabes Unidos.

Dr. Wim disse: “Estou satisfeito em saber que a IPAF foi capaz de organizar esta magnífica cimeira. Dubai é um portal global devido à enorme empolgação e visão de liderança no emirado.” Ele destacou o investimento de AED 25 bi (USD 6,8 bi) nesta zona de expansão de desenvolvimento, com vistas a expandir enormemente a capacidade de carga e de passageiros, criar de centros de logística moderna adaptada para comércio eletrônico, e com um espaço construído especialmente para escritórios, logística e comércio, visando “todos os tipos e tamanhos de negócios". “Dubai do Sul é uma cidade em crescimento. Venha visitá-la para ver e compreender como é grande este projeto", concluiu.

Continuando o tema do uso de tecnologia para aprimorar a segurança em grandes projetos de construção, falaram Benjamin Legg, Vice-Presidente Corporativo da SHE, e Prakash Senghani, Líder de Entrega de Projetos Digitais da AECOM. Ben Legg perguntou: “Por que uma enorme organização como a AECOM está aqui hoje? Porque a nossa enorme empresa multinacional de engenharia tem muitos operários expostos a risco enquanto trabalham em grandes alturas, e queremos saber como a sua indústria pode nos ajudar e o que o futuro pode trazer".

A dupla apresentou sobre como a Modelagem de Informações para a Construção (BIM) pode ajudar na segurança. Prakash fez referência à IPAF e aos PEMT/PTA do BIM da JLG que estão agora disponíveis em bibliotecas globais, e como a AECOM utiliza-os em seus projetos para decidir tanto como construir tanto como manter edifícios novos. Eles também falaram sobre aplicações de realidade virtual, aprendizado da máquina e se “chatbots” podem automatizar mensagens de segurança sobre projetos ou entre empresas, algo que eles integraram no sistema assistente de segurança AVA, da AECOM.

“Isso poderia ser estendido para solicitar que as PEMT/PTA façam perguntas sobre familiarização depois que os operadores tiverem escaneado um código QR para provar que têm o Cartão PAL correto para operar aquela categoria de máquina e que estão autorizados a fazê-lo?”, eles perguntaram.

Em relação a BIM e em declarações de acesso frequentemente frustrantes na construção, design e gestão (CDM) em um lugar de crescimento rápido como Dubai, falou Darren Williamson, Chefe Técnico e de Operações na Spider Access, e Vice-Presidente da IRATA no Oriente Médio, Ásia Central e Sul da Ásia. O acesso por corda é importante em Dubai, disse ele, “porque conforme braços e torres de construção são erguidos, é muitas vezes a única maneira de se trabalhar em edifícios altos, já que o acesso para as PEMT/PTA se torna mais difícil". Ele admitiu que o acesso por corda é “um desafio”, mas muitas vezes é a única forma, já que edifícios são erguidos próximos uns dos outros ou o paisagismo em torno de novos edifícios é feito de uma forma que impede soluções de acesso aéreo.

A quem estiver se perguntando por que um especialista em acesso por corda foi convidado para falar em uma cimeira sobre acesso aéreo em Dubai, ele apontou que muitos edifícios em toda a região são muito altos, ou as operações muito urgentes, para usar plataformas de braço ou andaimes. Trabalhando com arquitetos e consultores, ele argumentou que é um bom modo de acesso quando feito corretamente, mas descreveu como “confusa” a falta de ênfase no elemento de manutenção do CDM.

Depois de um animado debate de painel sobre o impacto das novas tecnologias sobre a indústria e a maturidade ou não do mercado nos Emirados Árabes Unidos, Jim Colvin, CEO da Serious Labs, finalizou as apresentações com a sua opinião sobre a realidade virtual no acesso aéreo. “Com a escassez de mão-de-obra global, temos de formar/treinar melhor as pessoas, e as pessoas realmente aprendem melhor quando eles fazem as coisas! A diferença entre um brinquedo e uma ferramenta está no que ele faz."

Grandes empreiteiras como a Mace e a Riwal “já estão usando a formação/treinamento e simulações da IPAF para familiarização e testes de competência” em Odense, Dinamarca, disse ele, apontando que a Serious Labs também está trabalhando com a United Rentals nos EUA em seu programa de aprendizagem mesclada, agora certificado e auditado pela IPAF. A Serious Labs também está trabalhando com Acesso Rápido no Oriente Médio, ele acrescentou, para avaliar a competência dos operadores em máquinas que estão alugando, “o que ajudou a dobrar a transferência de formação/treinamento”. 

Para mais fotos, procure por “IPAF” em www.flickr.com, e para cópias de todas as apresentações dos palestrantes em formato PDF, consulte www.ipaf.org/summit-presentations

Outras notícias que pode interessá-lo

  • A IPAF recebeu uma liminar concedida pelo Supremo Tribunal de Madras contra a Capital Equipment Services Ltd (CESL) de Chennai, Índia, que tinha pretendido copiar e distribuir materiais de formação/treinamento da IPAF como seu próprio curso de operador de PEMT/PTA.

  • As inscrições já estão abertas para a Conferência inaugural sobre Segurança e Normas de PEMT/PTA da IPAF, que acontecerá no dia 16 de maio de 2019 junto com o Changsha, Exposição internacional de equipamentos de construção (de 15 a 18 de maio), na província de Hunan, China.

  • A mais recente campanha de segurança da IPAF chama-se Fique Atento, e enfatiza a importância da segurança nos trabalhos em altura usando PEMT/PTA em (ou perto de) estradas. Ela foi lançada pela IPAF na expo bauma 2019, realizada no Messe München, em Munique, Alemanha, de 8 a 14 de abril.