Evitar lesões por esmagamento/ aprisionamento de pessoas no cesto Fórum Estratégico para a Construção Grupo de

Trapping/Crushing Injuries to People in the Platform
Added 1 Jan 2018
Última atualização 21 Mar 2018

Recurso também disponível em:

A cada ano, a indústria da construção é responsável por causar mortes e lesões graves. A indústria tem trabalhado muito para melhorar este quadro, o que é digno de elogios, mas ainda há muito o que evoluir. Nossa indústria é inovadora e os equipamentos estão em constante evolução e desenvolvimento, de forma que os processos de construção possam aprimorar continuamente a eficiência. Isto traz consequências para os gestores dos locais de trabalho, os quais devem assegurar que os operadores sejam competentes e capazes de operar os equipamentos com segurança e de seguir os procedimentos de trabalho seguro. 

Uma Plataforma de Trabalho Aéreo (normalmente conhecida como PTA) poupa tempo e torna o trabalho em locais elevados eficiente, eficaz e mais seguro do que através dos tradicionais métodos de acesso. Quando usadas com segurança, as PTAs reduzem significativamente o risco de lesões por quedas. 

Infelizmente, nos últimos anos ocorreu um número considerável de acidentes envolvendo o uso de PTAs, incluindo vítimas fatais. Alguns desses incidentes envolveram o operador ou outra pessoa sendo esmagada contra instalações ou outros obstáculos durante o acesso à área de trabalho, ou durante o trabalho em locais elevados. Os incidentes poderiam ter sido evitados pelo planejamento e preparação corretos, pela seleção do maquinário adequado e pelo uso apropriado. 

Além do terrível custo em sofrimento humano, os acidentes também acarretam um custo financeiro. Existe uma justificativa econômica muito forte para a melhora do desempenho relativo à segurança. Este guia foi preparado pela indústria para esclarecer a respeito do uso seguro das PTAs, incluindo planejamento, seleção de equipamento, treinamento, disponibilização de informações, familiarização, uso seguro, supervisão e simulação de procedimentos de regaste, além do monitoramento do processo como um todo. 

Este guia apresenta uma linguagem direta, é abrangente e fácil de adotar. Ele representa as melhores práticas. Gostaria de agradecer particularmente àqueles envolvidos na preparação e recomendar o guia a todos aqueles que possuem, fornecem ou controlam a operação de PTAs. Por favor, leia a publicação e transforme os conselhos em ação. 

Ref. IPAF PTT1